Notícias

Time de Celso Roth volta para Porto Alegre com um ponto na bagagem

Souza e Maurício disputam a bola no Maracanã

Ainda não foi dessa vez que o Grêmio encerrou o tabu que perdura desde 27 de outubro de 2006, de não vencer times cariocas no Rio de Janeiro. Mas pelo menos o empate sem gols com o Fluminense no início da noite deste sábado serviu para o time de Celso Roth aumentar a diferença para os vice-líderes Cruzeiro e Palmeiras. O líder Grêmio agora soma 49 pontos, contra 43 dos adversários mais próximos.

Tomando como referência os primeiros 15 minutos da partida no Maracanã, poderia se imaginar que o Grêmio encerraria fácil o tabu de sete jogos sem vitória no Rio de Janeiro – e a última havia sido justamente sobre o Flu. O Grêmio tinha mais volume de jogo, tomava as principais ações da partida. Mas não havia conclusões a gol – de ambas equipes. Além disso, Tcheco foi quem mais se apresentou para abastecer Marcel. Souza pouco apareceu, mas foi dele o primeiro chute da partida, aos 34 do primeiro tempo e quando o time de Celso Roth já sofria pressão do Flu.

E nessa iniciativa do time das Laranjeiras, quem apareceu mais uma vez foi Victor. O camisa 1 do Grêmio fez duas grandes defesas e evitou que o jogo fosse para o intervalo com vantagem do time da casa. Primeiro, Washington girou sobre Léo aos 38 minutos e da pequena área manda um chute rasteiro. Victor caiu firme com a bola nas mãos. Depois, em uma cobrança de escanteio, o mesmo Washington concluiu de novo na pequena área. A bola carimbou a trave e o goleiro tirou de canela em cima da linha.

Pouco mudou no panorama da partida, à exceção dos chutes a gol. O meia Souza, que ganhou a condição de titular há pouco tempo, fez sua mais discreta apresentação com a camisa do Grêmio e foi substituído por Orteman no decorrer da etapa final. O uruguaio deu novo gás ao meio-campo tricolor. Somando também as entradas de Soares e André Luis – Willian Magrão e Marcel saíram, respectivamente – o Grêmio conseguiu dar um calor no Flu. Mas nada além disso.

Orteman lamentou que o time não tenha conseguido a vitória no Maracanã:

– Uma pena, agora vencer em casa passou a ser mais do que obrigação – disse, em bom portunhol.

Na próxima rodada, o Grêmio vai receber o Goiás no Estádio Olímpico. O jogo está marcado para as 18h20min de sábado. Para quem não lembra, o Goiás foi uma das vítimas do Tricolor. A equipe de Roth aplicou 3 a 0 em pleno Serra Dourada. No dia seguinte, o time fica de olho no confronto entre Cruzeiro e Palmeiras, no Mineirão.

CLICRBS

FLUMINENSE (0) GRÊMIO (0)
Diego, Thiago Silva, Luiz Alberto e Roger; Fabinho (Somália), Maurício, Conca, Everton Santos (Alan) e Junior Cesar; Maicon (Tartá) e Washington Victor, Léo, Pereira e Réver; Paulo Sérgio, Rafael Carioca, Willian Magrão (Soares), Tcheco e Hélder; Souza (Orteman) e Marcel (André Luís)
Técnico: Cuca Técnico: Celso Roth
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Milton Otaviano dos Santos (Fifa-RN) e Ivan Bohn (PR)
Cartões amarelos: Everton Santos (Fluminense), Soares e Hélder (Grêmio)
Cartão vermelho: Washington (Fluminense)

Fonte: ClicRBS

Curiosidades

Lendo hoje a comunidade do Grêmio no Orkut encontrei isso. Tratam-se dos valores de nossos jogadores segundo um site estrangeiro. Vejam vocês mesmos:

O que acharam ? Bom, pra mim os preços estão totalmente errados, mas fazer o que, o site não é meu e cada um pensa algo. Talvez até eles estejam certos, mas para mim nunca que o Paulo Sérgio valerá 2.000.000 € e o Victor valer só 2.000.000 €…

Entrem e vejam vocês mesmos. O site é www.transfermarkt.de. Lá tem também o preço de diversos outros times brasileiros e do mundo.

Abraços!

1996

Em 1996, além de ganhar o Campeonato Gaúcho e o Campeonato Brasileiro o Grêmio também teve outro “título”. Foi o ano em que nossa tricolor foi a camisa mais vendida no mundo. Abaixo foto da matéria que saiu sobre o fato:

Segue foto da camisa de minha coleção, que particularmente nem acho das mais bonitas:

CAMPEONATO GAÚCHO

O Campeonato Gaúcho de Futebol de 1996, foi a 76ª edição da competição no Estado do Rio Grande do Sul. Novamente a Série A teve 14 clubes, já na Série B houve um aumento de dez para 14. Neste ano o Guarany/CA, pediu licença e foi substituido pelo Pratense. A disputa teve início em 2 de fevereiro e o término em 30 de junho de 1996. O campeão deste ano foi o Grêmio.

CLUBES:

FINAIS:

Juventude 0-3 Grêmio
Grêmio 4-0 Juventude
Campeão:Grêmio

ARTILHEIRO:

  • Sandro Pires (Ypiranga) 12 gols

CAMPEONATO BRASILEIRO

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 1996 foi vencido pelo Grêmio, que conquistou assim o seu segundo título de campeonato nacional.

Os dois últimos colocados no campeonato, Fluminense e Bragantino, foram rebaixados para a Série B de 1997, sendo substituídos pelo campeão e vice da Série B deste ano, respectivamente União São João e América/RN. No entanto, apenas três anos após a histórica “virada de mesa” de 1993, a CBF voltou a intervir para salvar um grande clube brasileiro, no caso o Fluminense. Não houve rebaixamento em 1996 e o Campeonato Brasileiro de 1997 seria disputado por 26 clubes.

FÓRMULA:

Primeira Fase: Os 24 clubes jogam todos contra todos, em turno único. Classificam-se para a Fase Final os 8 primeiros colocados.

Fase Final (com Quartas de Final, Semifinais e Final): Sistema eliminatório, com jogos em ida e volta, prevalecendo a melhor campanha em caso de duplo empate.

FASE FINAL:

Quartas de final Semifinais Final
1 Cruzeiro 0 1
8 Portuguesa 3 0
Portuguesa 1 2
Atlético Mineiro 0 2
4 Atlético Paranaense 1 1
5 Atlético Mineiro 3 0
Portuguesa 2 0
Grêmio 0 2
3 Palmeiras 1 1
6 Grêmio 3 0
Grêmio 3 2
Goiás 1 2
2 Guarani 1 1
7 Goiás 3 0

A DECISÃO:

11 de Dezembro, 1996
Portuguesa 2 – 0 Grêmio Morumbi (São Paulo)
Público: 29.355
Árbitro:Sidrack Marinho dos Santos
Gallo Gol marcado a 38 minutos 38′
Rodrigo Fabri Gol marcado a 60 minutos 60′
Marco Antônio Penalizado 36′

Portuguesa: Clemer; Valmir, Émerson, Marcelo e Roque; Capitão, Gallo, Zé Roberto e Caio; Rodrigo Fabri (Tico) e Alex Alves (Flávio). Técnico: Candinho.

Grêmio: Danrlei; Marco Antônio, Adílson, Rivarola e Roger; Dinho (Mauro Galvão), Luiz Carlos Goiano, Émerson (João Antônio) e Carlos Miguel (Aílton); Paulo Nunes e Zé Alcino. Técnico: Luiz Felipe Scolari.


15 de Dezembro, 1996
Grêmio 2 – 0 Portuguesa Olímpico (Porto Alegre)
Público: 42.587
Árbitro:Márcio Rezende de Freitas
Paulo Nunes Gol marcado a 3 minutos 3′
Aílton Gol marcado a 84 minutos 84′

Grêmio: Danrlei; Arce, Rivarola (Luciano), Mauro Galvão e Roger; Dinho (Aílton), Luiz Carlos Goiano, Émerson (Zé Afonso) e Carlos Miguel ; Paulo Nunes e Zé Alcino. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Portuguesa: Clemer; Valmir, Émerson, César e Carlos Roberto (Flávio); Capitão, Gallo, Caio e Zé Roberto; Alex Alves e Rodrigo Fabri. Técnico: Candinho.

O CAMPEÃO:

Dirigido por Luiz Felipe Scolari, o time base do Grêmio no campeonato foi:

Danrlei; Arce, Rivarola, Adílson e Roger; Dinho, Luís Carlos Goiano, Carlos Miguel e Emerson; Paulo Nunes e Zé Alcino.

Além desses jogadores, tiveram importantes participações o zagueiro Mauro Galvão (que jogou a final, inclusive) e o meia-atacante Aílton, autor do gol do título, aos 39 minutos do segundo tempo.

CLASSIFICAÇÃO FINAL:

Tabela de classificação
Time PG J V E D GP GC SG
1 Grêmio 48 29 14 6 9 52 34 18
2 Portuguesa 46 29 14 4 11 40 34 6
3 Atlético Mineiro 43 27 13 4 10 44 37 7
4 Goiás 41 27 12 5 10 43 34 9
5 Cruzeiro 47 25 14 5 6 32 20 12
6 Guarani 46 25 14 4 7 25 17 8
7 Palmeiras 46 25 13 7 5 44 23 21
8 Atlético Paranaense 42 25 13 3 9 43 31 12
9 Internacional 35 23 10 5 8 31 27 4
10 Sport 35 23 10 5 8 32 31 1
11 São Paulo 35 23 9 8 6 39 32 7
12 Corinthians 32 23 7 11 5 20 19 1
13 Flamengo 30 23 9 3 11 24 31 -7
14 Coritiba 29 23 8 5 10 25 30 -5
15 Vitória 29 23 8 5 10 32 39 -7
16 Paraná 28 23 8 4 11 26 30 -4
17 Botafogo 28 23 7 7 9 33 35 -2
18 Vasco da Gama 27 23 8 3 12 37 43 -6
19 Juventude 27 23 8 3 12 31 37 -6
20 Santos 27 23 7 6 10 26 31 -5
21 Criciúma 23 23 6 5 12 31 39 -8
22 Bahia 23 23 5 8 10 25 35 -10
23 Fluminense 22 23 6 4 13 26 50 -24
24 Bragantino 19 23 5 4 14 26 48 -22
Pts – pontos; J – jogos disputados; V – vitórias; E – empates; D – derrotas;
GP – gols pró; GC – gols contra; SG – saldo de gols
Classificação
Campeão e classificado para a Libertadores 1997
Finalista e classificado para a Copa Conmebol 1997
Eliminado nas Semifinais e classificado para a Copa Conmebol 1997
Eliminado nas Semifinais
Eliminados nas Quartas de final
Eliminados na Primeira fase
Rebaixados para a Série B 1997

Fonte: Wikipedia