2006

Em 29 de Maio de 2006 o Grêmio juntamente com a Puma lançava esta camisa, em homenagem à primeira vez em que o Brasil conheceu a força e a garra do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, a peça é uma réplica da camisa 9 usada por Baltazar, o autor do gol que levou o time à inesquecível vitória.

Imagens: Grêmio.net – Diego Bretanha

Campeonato Brasileiro 1981:

A tarde de 03 de maio de 1981 ficou marcada como o reconhecimento definitivo do Brasil à grandeza de um clube que firmava-se nacionalmente como um time vencedor.

Após jogar contra as equipes mais fortes do Brasil, o Grêmio, na final do Campeonato Brasileiro, enfrentou o São Paulo, que na época contava com diversos jogadores da Seleção Brasileira.

O jogo era considerado difícil, apesar da vantagem que o Grêmio havia conquistado na primeira partida da final, quando derrotou os paulistas no estádio Olímpico Monumental por 2×1. Porém, o Morumbi lotado foi obrigado a ver a festa de uma pequena e apaixonada torcida gremista no final do jogo.

Aos 20 minutos do segundo tempo; o jogador Baltazar mata a bola no peito e chuta no ângulo superior esquerdo do goleiro Waldir Peres. Um gol histórico, que marcou o início de um caminho glorioso, estrelado pelas grandes conquistas nacionais e internacionais.

Esta era a primeira vez que o Brasil conhecia a força das cores azul, preto e branco.

FICHA DO JOGO > GRÊMIO x SÃO PAULO

Local: Estádio Morumbi
Data: 03/05/1981
ÁRBITRO: José Roberto Wright

GOL
Baltazar (Grêmio)

SUBSTITUIÇÕES – GRÊMIO
Entrou Jurandir, saiu Vilson Tadei.
Entrou Renato Sá, saiu Odair.

SUBSTITUIÇÕES – SÃO PAULO
Entrou Assis, saiu Everton.

Baltazar:

Nome: Baltazar Maria de Moraes Jr.
Nascimento: 17 de julho de 1959, Goiânia (GO)
Período no clube: 1979 a 1982
Posição: Atacante

Títulos:
1979 e 1980 – Bicampeão do Estado
1981 – Campeão Brasileiro, Campeão da Copa El Salvador del Mundo em El Salvador, Campeão do Troféu Ciudad de Valladolid (Espanha), Campeão do Troféu Torre del Vigia (URU).

Iniciou sua carreira profissional em 1978, atuando pelo Atlético-GO. Logo de cara mostrou que era um goleador nato, sagrando-se artilheiro do Campeonato Goiano.

No ano seguinte, transferiu-se para o Grêmio, onde conquistou seus primeiros títulos com o bicampeonato Gaúcho de 1979 e 1980 e foi o artilheiro do Campeonato Gaúcho por dois anos seguidos; em 1980 (28 gols) e 1981 (20 gols). Ainda em 1981, fez o gol do primeiro título brasileiro do Grêmio na final contra o São Paulo no Morumbi, após ter perdido um pênalti na partida de ida no estádio Olímpico Monumental. Na ocasião, declarou: “Deus está reservando algo melhor para mim”. Foi um dos primeiros jogadores a declarar-se Atleta de Cristo.

Por seus feitos, o jogador é um ídolo da torcida do tricolor gaúcho e esta entre os 10 maiores artilheiros do clube, com 131 gols marcados.

Imagens e informações: Grêmio.netGrêmio1983