1996

Em 1996 a Penalty resolveu inovar lançando nosso quarto uniforme. Não sei ao certo o motivo, mas segue abaixo que li no blog Grêmio 1983:

“O caso do Grêmio e Penalty, em 1996 é um exemplo da necessidade e o sucesso das iniciativas de novos lançamentos. Apesar do seu ótimo momento futebolístico, com grandesconquistas, a direção do clube temia pela redução do volume de vendas das camisetas oficiaisapós a saturação do mercado. Então, por uma iniciativa exclusiva do departamento de marketingdo Grêmio, foi lançado um modelo inédito em que as combinações entre calção e camisetaformavam ondulações. A então fornecedora aprovou o modelo e a média de vendas diária nosprimeiros meses de lançamento surpreendeu: 5 mil unidades, o equivalente às médias mensaisdos grandes clubes do futebol do país. (CARDIA, 2004)” (FREDERICO MANDELLI GUARAGNA – A GESTÃO DO MARKETING ESPORTIVO NO FUTEBOL:CASO GRÊMIO FOOT-BALL PORTO-ALEGRENSE).

Essa camisa foi usada em poucos jogos por, nos jogos em que foi usada, ter sido considerada muito azarada, como diz a imagem abaixo tirada do blog Grêmio 1983 que por sua vez tirou da revista Placar.

Segue a maldita:

Obs.: O nome NEGRESCO foi dado pela sua semelhança ao pacote de bolachinhas negresco por quase todos conhecido.

Fotos: Diego Bretanha e Acervo Histórico do Grêmio

Notícias

Time de Celso Roth volta para Porto Alegre com um ponto na bagagem

Souza e Maurício disputam a bola no Maracanã

Ainda não foi dessa vez que o Grêmio encerrou o tabu que perdura desde 27 de outubro de 2006, de não vencer times cariocas no Rio de Janeiro. Mas pelo menos o empate sem gols com o Fluminense no início da noite deste sábado serviu para o time de Celso Roth aumentar a diferença para os vice-líderes Cruzeiro e Palmeiras. O líder Grêmio agora soma 49 pontos, contra 43 dos adversários mais próximos.

Tomando como referência os primeiros 15 minutos da partida no Maracanã, poderia se imaginar que o Grêmio encerraria fácil o tabu de sete jogos sem vitória no Rio de Janeiro – e a última havia sido justamente sobre o Flu. O Grêmio tinha mais volume de jogo, tomava as principais ações da partida. Mas não havia conclusões a gol – de ambas equipes. Além disso, Tcheco foi quem mais se apresentou para abastecer Marcel. Souza pouco apareceu, mas foi dele o primeiro chute da partida, aos 34 do primeiro tempo e quando o time de Celso Roth já sofria pressão do Flu.

E nessa iniciativa do time das Laranjeiras, quem apareceu mais uma vez foi Victor. O camisa 1 do Grêmio fez duas grandes defesas e evitou que o jogo fosse para o intervalo com vantagem do time da casa. Primeiro, Washington girou sobre Léo aos 38 minutos e da pequena área manda um chute rasteiro. Victor caiu firme com a bola nas mãos. Depois, em uma cobrança de escanteio, o mesmo Washington concluiu de novo na pequena área. A bola carimbou a trave e o goleiro tirou de canela em cima da linha.

Pouco mudou no panorama da partida, à exceção dos chutes a gol. O meia Souza, que ganhou a condição de titular há pouco tempo, fez sua mais discreta apresentação com a camisa do Grêmio e foi substituído por Orteman no decorrer da etapa final. O uruguaio deu novo gás ao meio-campo tricolor. Somando também as entradas de Soares e André Luis – Willian Magrão e Marcel saíram, respectivamente – o Grêmio conseguiu dar um calor no Flu. Mas nada além disso.

Orteman lamentou que o time não tenha conseguido a vitória no Maracanã:

– Uma pena, agora vencer em casa passou a ser mais do que obrigação – disse, em bom portunhol.

Na próxima rodada, o Grêmio vai receber o Goiás no Estádio Olímpico. O jogo está marcado para as 18h20min de sábado. Para quem não lembra, o Goiás foi uma das vítimas do Tricolor. A equipe de Roth aplicou 3 a 0 em pleno Serra Dourada. No dia seguinte, o time fica de olho no confronto entre Cruzeiro e Palmeiras, no Mineirão.

CLICRBS

FLUMINENSE (0) GRÊMIO (0)
Diego, Thiago Silva, Luiz Alberto e Roger; Fabinho (Somália), Maurício, Conca, Everton Santos (Alan) e Junior Cesar; Maicon (Tartá) e Washington Victor, Léo, Pereira e Réver; Paulo Sérgio, Rafael Carioca, Willian Magrão (Soares), Tcheco e Hélder; Souza (Orteman) e Marcel (André Luís)
Técnico: Cuca Técnico: Celso Roth
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Milton Otaviano dos Santos (Fifa-RN) e Ivan Bohn (PR)
Cartões amarelos: Everton Santos (Fluminense), Soares e Hélder (Grêmio)
Cartão vermelho: Washington (Fluminense)

Fonte: ClicRBS

Curiosidades

Lendo hoje a comunidade do Grêmio no Orkut encontrei isso. Tratam-se dos valores de nossos jogadores segundo um site estrangeiro. Vejam vocês mesmos:

O que acharam ? Bom, pra mim os preços estão totalmente errados, mas fazer o que, o site não é meu e cada um pensa algo. Talvez até eles estejam certos, mas para mim nunca que o Paulo Sérgio valerá 2.000.000 € e o Victor valer só 2.000.000 €…

Entrem e vejam vocês mesmos. O site é www.transfermarkt.de. Lá tem também o preço de diversos outros times brasileiros e do mundo.

Abraços!